Blog do Rogério Silva - Notícias em tempo real

Prefeitura vacina crianças de 1 ano de idade contra a influenza nesta quarta-feira (14) em São Luís

A Prefeitura de São Luís segue, nesta quarta-feira (14), com a vacinação de crianças de 1 ano de idade contra a influenza na capital. As mais de 60 unidades de saúde estão abertas das das 8h às 17h, para receber o público da campanha. 

Na quinta-feira (15) e sexta-feira (16), será a vez da vacinação das crianças com 2 anos de idade. No sábado (17), a vacinação será exclusiva das crianças com 3 anos de idade. Na segunda-feira (19), segue a imunização das crianças com 3 anos. 

Crianças de outras idades e incluídas no público-alvo da campanha devem estar atentas ao calendário oficial. A campanha para este público mais jovem segue até o dia 24 (sábado) de abril, com a vacinação dos retardatários, ou seja, das crianças cujos pais ou responsáveis perderam os prazos anteriores para vacinação. 

A segunda etapa da campanha está prevista para começar a partir do dia 27 deste mês e estão incluídas neste grupo as gestantes, as puérperas (que acabaram de dar a luz) e os profissionais de saúde. O calendário será divulgado nas redes sociais da Prefeitura de São Luís e no site www.saoluis.ma.gov.br. 

Para o secretário de Saúde de São Luís, Joel Nunes, os primeiros dias de campanha contra a influenza demonstram a boa execução das ações. “O fluxo é considerado positivo. A população entendeu nossa medida de separar por grupos, visando a proteção imunológica e também sanitária”, destacou. 

No total, 62 locais de vacinação estão disponíveis nos distritos sanitários da capital. O Centro de Saúde do João Paulo foi integrado à relação oficial de locais com a vacina contra a influenza nesta terça-feira (13). 

Mais 

A meta da Semus é vacinar 90% dos chamados grupos prioritários. São apontados como grupos prioritários da campanha deste ano contra a influenza as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e forças armadas. 

Além destes públicos, serão vacinados os caminhoneiros, os trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade. 

Importante!

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) está seguindo a recomendação do Ministério da Saúde, da não aplicação das doses da vacinação (influenza e contra a Covid) para adultos e idosos de forma simultânea. A orientação, neste momento, é priorizar a imunização contra a Covid-19. 

Ou seja, as pessoas contempladas com a vacinação contra o coronavírus, após as duas doses, devem aguardar por 14 dias após a imunização complementar para, em seguida, se vacinar contra a influenza.

Campanha contra a influenza

1° etapa

Dias 13 e 14: 1 ano

Dias 15 e 16: 2 anos

Dias 17 e 19: 3 anos

Dias 20 a 21: 4 anos

Dias 22 e 23: 5 anos

Dia 24: retardatários

Grupos prioritários

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e             29 dias) gestantes

Puérperas

Povos indígenas

Trabalhadores da saúde

Idosos com 60 anos ou mais

Professores das escolas públicas e privadas

Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras              condições clínicas especiais

Pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e              salvamento, Forças Armadas

Caminhoneiros

Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e              de longo curso

Trabalhadores portuários

Funcionários do sistema prisional

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas              socioeducativas

População privada de liberdade

Locais de vacinação

UNIDADES E LOCAIS COM VACINA INFLUENZA POR DISTRITO

C.S da Liberdade               

Centro de Saúde Paulo Ramos

C.S Bezerra de Menezes               

USF do São Francisco               

C.S. Vila Bacanga              

U. M. Itaqui Bacanga               

C. S. Clodomir P. Costa               

C. S. Valdecy Eleoteria Martins              

C. S. São Raimundo               

C. S Yves Parga               

C.S. Vila Nova               

Hospital Aquiles Lisboa               

C.S. da Vila Embratel               

C.S. do Gapara               

C.S Bairro de Fátima               

U.M Coroadinho               

C.S Carlos Macieira               

PSF Dr. Antonio Guanaré               

Posto de Saúde do Anil               

C.S Genésio Ramos Filho               

C.S Cohab – Anil               

C.S Salomão Fiquene

C.S Djalma Marques               

C.S Turu               

Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes              

UBS Cintra              

C. S Genésio Rego               

APAE no Outeiro da Cruz               

C.S. Amar               

Policlínica do Vinhais               

C.S. Radional               

C. S. da Vila Lobão

C.S. João de Deus              

U.M. São Bernardo              

Policlínica C. Operaria              

C.S Santa Bárbara              

C. S. Drª Nazaré Neiva              

USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I              

USF Maria Ayrecila II              

USF Jailson Alves III              

USF Santa Clara               

USF Santa Efigênia               

C.S São Cristóvão              

USF Pirapora               

USF Fabiciana Moraes               

C.S Vila Janaina               

UBS Expedito Alves de Melo              

PS Coquilho              

C.S. Itapera               

C.S. Quebra Pote               

C.S. Tales Ribeiro Gonçalves              

USF Vila Sarney               

C.S. Pedrinhas I               

C.S. Pedrinhas II               

C.S. Tibiri               

C.S. Maracanã               

USF Coqueiro               

C. S. Jose de Ribamar Frazão               

C.S. Laura Vasconcelos               

C. S. Rio Grande (Mª de Lourdes)              

C.S Vila Itamar

CS João Paulo

Aprovado PL de Neto Evangelista que prevê prazo de validade indeterminado para laudos que atestam TEA

Os laudos médicos periciais para a comprovação do Transtorno do Espectro Autista (TEA) terão prazo de validade indeterminado. É o que prevê o projeto de lei 117/2021, do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), aprovado em sessão plenária remota desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa do Maranhão.

“Nossa intenção é diminuir a burocracia e facilitar a vida das pessoas com Transtorno do Espectro Autista e seus familiares na busca de seus direitos ou benefícios permitidos por lei e que muitas vezes travam na exigência de laudo que comprove a existência do transtorno, emitido recentemente por médicos especialistas”, justificou Neto Evangelista.
Para o parlamentar, o caráter permanente deste transtorno torna totalmente injustificável e desnecessária a emissão de laudos com validade determinada. “Não faz sentido uma pessoa com TEA perder seus direitos por conta de um laudo que certifica o que já sabem”.

Vale destacar que o acesso aos especialistas na rede pública e a perícia do INSS são demorados e o prazo do laudo acaba vencendo. Com isso, as famílias vão perdendo o BPC (Benefício de Prestação Continuada), a carteira de passe livre que prejudica a locomoção para a própria terapia, entre outros.
De acordo com a proposta, os laudos poderão ser emitidos por profissional da rede pública ou privada de saúde, observados os demais requisitos para a sua emissão, já estabelecidos em legislação.

Neto Evangelista ressaltou ainda que as dificuldades para a obtenção de laudo em contextos como o que vivemos atualmente se agravam. “Como vamos conceber, em plena pandemia da Covid-19, as idas e vindas às unidades de saúde dessas pessoas. Não tem como! ”.

“A nossa medida, portanto, segue princípios protetivos e vai ajudar muitas pessoas, que merecem um tratamento diferenciado, um olhar humano, facilitando suas vidas, na medida em que diminuímos as burocracias do dia a dia”, finalizou Neto Evangelista.

O texto segue agora à sanção do poder Executivo.

Luciano Leitoa alfineta vice-governador e afirma que lhe falta articulação política

IMG_2684 O presidente estadual do PSB e ex-prefeito de Timon, Luciano Leitoa, criticou a falta de articulação política e relações interpessoais do vice-governador Carlos Brandão, que é pré-candidato a governador. “Eu acho que o vice-governador, inclusive, erra no partido que ele escolhe. Nacionalmente, na minha opinião, falta a ele uma capacidade maior de articulação política”, disse.

“Nessa articulação política, eu vejo um cenário muito complicado e as relações pessoais também. Eu acho que para ser Governador do Estado do Maranhão, tem que saber se relacionar bastante”, alfinetou o líder político.

Em contrapartida, Leitoa afirma que ver com bons olhos o senador e também pré-candidato, Weverton, e elogiou a articulação política que o jovem parlamentar tem. “Hoje eu vejo o Weverton, que eu conheci carregando mochila no estado do Maranhão como um todo, foi deputado federal, hoje consegue ser senador e consegue a proeza, inclusive, de ter o apoio dos Presidentes da Câmara, do Senado, da Assembleia Legislativa do Maranhão e da Famem”, disse o ex-prefeito.

“Eu digo, você quer ser Governador, tem que ter no mínimo a capacidade de articulação política”, finalizou Luciano.

Carlos Lula se destaca na gestão da Saúde do Maranhão

O atual secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, tem se destacado na gestão da pasta do Governo do Estado do Maranhão.

Ele tem atuado, de forma competente, no enfrentamento da pandemia. A SES tem garantido apoio logístico para todos os municípios maranhenses, entre distribuição de álcool em gel, EPIs, cestas básicas, entre outras ações.

Desde o início da pandemia, a pasta tem realizado barreiras sanitárias, a continuidade das fiscalizações para garantir o cumprimento das medidas sanitárias, a testagem de casos suspeitos e a oferta de atendimento ambulatorial especializado para acompanhamento dos pacientes com a Covid-19.

Atualmente, no combate ao covid-19, o Maranhão já recebeu 1,2 milhão de doses até quinta-feira, 08. Cerca de 1,1 milhão de doses foram distribuídas pelo Estado, sendo que 656 mil doses foram aplicadas nos municípios.

Os investimentos contínuos têm gerado impactos positivos no estado como a estabilidade no número de mortos pela Covid-19 e o baixo ritmo de contágio da doença.

O Maranhão, no último ranking nacional do Centro de Liderança Pública, destacou-se como o estado que teve o melhor desempenho durante a pandemia do coronavírus. Os resultados foram decorrentes dos investimentos do Governo do Maranhão em hospitais, ações preventivas e na ampla testagem da população.

Além da pandemia, a SES já implantou diversos programas nas cidades. Entre elas, campanhas de combate ao câncer, de vacinações, e a construção de dezenas de hospitais espalhados no estado.

Carlos Eduardo de Oliveira Lula, é advogado, tendo se formado bacharel em Direito pela Universidade Federal do Maranhão. Pós-graduado em Direito Processual Civil e Direito Constitucional, possui MBA em gestão empresarial e é secretário de Saúde do Estado do Maranhão desde 2016.

No último mês, devido seu brilhante trabalho, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, foi reeleito para o cargo de presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS).

Gestão Paula Azevedo completa 100 dias com avanços em vários setores de Paço do Lumiar

O município de Paço do Lumiar completou 100 dias da gestão da Prefeita Paula Azevedo, desde que a mesma foi empossada. Desde então, diversas ações foram realizadas pelas Secretarias com o intuito de melhorar a vida da população e dar mais dignidade aos luminenses.

Paula, como todos sabem, é agricultora. Criou os quatro filhos com o trabalho advindo da agricultura familiar e, por isso, desde o início deu uma atenção especial ao produtores rurais. Como ação da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, nestes 100 dias, já foram doados 500 quilos de sementes de feijão e 500 quilos de sementes de milho aos agricultores.

Além disso, foram 23, toneladas de alimentos adquiridos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), além da assinatura do termo de cooperação técnica do PAA, aonde foram destinados 65.000 reais que irão gerar renda e garantir segurança alimentar às pessoas em situação de vulnerabilidade.

Mas não foi só na agricultura que a gestão avançou. Na educação, duas Unidades Básicas de Ensino foram entregues completamente reformadas: Lêda Tajra e Tácito Caldas.

Nos Direitos Humanos, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, tivemos a Carreta da Mulher Maranhense, que levou atendimentos básicos de saúde e atualização de cadastro em programas sociais às comunidades do Iguaíba e Pau Deitado.

Na infraestrutura, houve a inauguração das ruas Jacinto Maia, Santo Antônio e Rua Principal da Praça Nossa Senhora da Luz, todas na Sede do Município. Além disso, foi entregue a Praça da Família, onde ficava o antigo Viva Maiobão, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer e a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo.

Ainda como ação da SEMICT, a feira da avenida 10 do Maiobão será completamente reformada! Isto graças à uma emenda feita pelo Deputado Estadual Duarte Jr., que destinou 500.000 reais para a reforma da feira. O Mercado Municipal do Maiobão também segue sendo reformado, em parceria com a SEMIU e SEMAPA.

Para finalizar, temos a área de saúde. Em tempos de COVID 19, em que tudo é tão delicado, a atual gestão tem feito de tudo para cuidar da população e evitar a proliferação da doença. Em parceria com o Governo do Estado, foi iniciada a vacinação através do sistema drive thru no estacionamento no Shopping Pátio Norte.

A vacinação também segue acontecendo na escola Nadir Nascimento Moraes, como forma de descentralizar e evitar aglomerações. Até o presente momento, já foram mais 6000 doses da vacina aplicadas no município.

Estas são apenas as principais ações dos primeiros 100 dias de uma gestão séria e comprometida com o povo luminense, que promete continuar fazendo muito mais! Esta é a prefeitura de Paço do Lumiar, cuidando de você como nunca.

Fonte: Blog do Glaucio Ericeira

 

 

Primeiros 100 dias de gestão de Eduardo Braide tem destaque na saúde

O prefeito Eduardo Braide completou seus primeiros 100 dias de gestão na Prefeitura de São Luís, com impacto na melhoria da qualidade de vida das pessoas e na infraestrutura da cidade.

Entre as ações, entrega de novas unidades de saúde e abertura de 120 leitos exclusivos para Covid-19; implantação do serviço ‘Rapidão São Luís’; recuperação de várias vias da cidade; avanço em obras de drenagem profunda em bairros da capital.

Cumprindo compromissos assumidos durante a campanha, o prefeito tem mostrado, nesses primeiros dias de gestão, uma grande preocupação com a saúde da população, a exemplo das ações para o combate à Covid-19, a implementação do Plano Municipal de Enfrentamento à doença, a oferta de leitos exclusivos e o protagonismo na campanha de vacinação, com a oferta de uma estrutura diferenciada para o serviço.

Nas primeiras semanas da gestão o prefeito realizou visitas surpresas nos principais hospitais da rede municipal para conversar com servidores e pacientes e ver de perto a infraestrutura de cada um dos espaços.

Por determinação do prefeito, as obras executadas nas unidades de saúde foram agilizadas e, com isso, em pouco tempo foi possível entregar, totalmente reformado e equipado, os Centros de Saúde do São Cristóvão, o Dr. Carlos Macieira, na Avenida dos Africanos e o do João Paulo.

Novas ambulâncias foram entregues para o SAMU e entregue a primeira unidade do projeto Saúde na Comunidade, no bairro do Barreto.

Entre as ações para combater e controlar a proliferação da Covid-19 estão a abertura de 120 novos leitos exclusivos para pacientes com a Covid, sendo 90 leitos clínicos e mais 30 leitos de UTI. A medida faz parte do Plano Municipal de Enfrentamento às Síndromes Gripais, que inclui ainda cinco unidades de baixa complexidade para atendimento aos casos leves, unidades para atendimento aos casos moderados e graves, além de um ambulatório de atendimento pós-Covid para tratar as possíveis sequelas da doença.

Os leitos foram abertos no Hospital da Mulher, Hospital Universitário e Unidade Mista do Bequimão. Esta unidade passou por ampla reforma e uma das alas da unidade foi destinada exclusivamente para receber os pacientes com síndromes gripais divididas nos setores de emergência e de urgência. A Unidade Mista do Bequimão, também como Ambulatório Pós-Covid, e os Centro de Saúde Carlos Macieira, localizado na Avenida dos Africanos, Cidade Operária, Itaqui-Bacanga e Zona Rural, também são unidades de suporte à pacientes com síndromes gripais.

Vacina Covid-19

O prefeito Eduardo Braide tem conduzido de forma eficiente o Plano Municipal de Vacinação. De forma organizada a Prefeitura tem, a cada dia, atingindo um maior número de pessoas com a aplicação de doses da vacina. Atualmente a Prefeitura conta com dois pontos drive-thru – um na UFMA e outro no Espaço Reserva, próximo ao Shopping da Ilha – e dois Centros de Vacinação – um na Ufma e outro no Multicenter Sebrae. Novos locais serão abertos para garantir mais agilidade na vacinação e mais comodidade para a população. Os pontos de vacinação atendem das 8h às 18h. Idosos em situação de vulnerabilidade foram buscados pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) para serem imunizados contra a Covid. Idosos e pessoas com deficiência institucionalizados já foram todos vacinados e os idosos acamados seguem sendo vacinados em casa pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Até agora mais de 140 mil doses de vacina já foram aplicadas na capital. Na plataforma Vacina São Luís já estão sendo cadastrados idosos a partir de 60 anos e, à proporção que recebe novas doses da vacina, a Prefeitura avança com o público-alvo.

Prefeitura inicia campanha contra a influenza nesta segunda-feira (12), em São Luís

A Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) inicia, nesta segunda-feira (12), a campanha de vacinação contra a Influenza na capital maranhense. A meta, com base na orientação do Ministério da Saúde (MS), é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários. 

“Estamos passando por um momento de pandemia, e é necessário o reforço de todas as ações que possam minimizar os danos à saúde da população. Neste sentido, a Prefeitura de São Luís iniciará, nesta segunda-feira (12), a campanha de imunização contra a Influenza. Trata-se de uma medida necessária de combate às síndromes gripais de grande importância e aqui faço um apelo para que o público-alvo não deixe de comparecer aos nossos postos de saúde para receberem a dose”, destacou o prefeito Eduardo Braide. 

A imunização acontecerá das 8h às 17h, de segunda a sábado, em 61 locais de vacinação, de acordo com a coordenação de imunização da pasta. São apontados como grupos prioritários da campanha deste ano as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (que acabaram de dar a luz), povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e forças armadas. 

Além destes públicos, serão vacinados caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade. 

A Semus ressalta a importância da vacinação da influenza em 2021 já que, com a imunização, a população estará prevenida contra o surgimento de complicações decorrentes da doença, diminuindo a incidência de óbitos e sobrecarga nos serviços de saúde. 

Para garantir o cumprimento da meta da campanha, a Semus montou um cronograma oficial em que serão vacinadas as crianças por dia específico. Nesta segunda-feira, dia 12, serão imunizadas contra a influenza somente as crianças entre seis meses e um ano de idade. Nos dias 13 (terça-feira) e 14 (quarta-feira) será a vez das crianças de um ano de idade. 

Nos dias 15 e 16 deste mês, a imunização prossegue, voltada para atender as crianças com 2 anos de idade. Nos dias 17 (sábado) e 19 (segunda-feira) deste mês, serão imunizadas crianças de 3 anos; nos dias 20 (terça-feira) e 21 (quarta-feira), são vacinadas crianças com 4 anos de idade e nos dias 22 (quinta-feira) e 23 (sexta-feira) deste mês, são vacinadas contra a influenza apenas as crianças com 5 anos de idade. 

Nos sábados, dias 17 e 24 deste mês, os postos estarão abertos das 8h às 17h para atender aos chamados retardatários, ou seja, somente os pais ou responsáveis legais que perderam os prazos anteriores de chamamento do cronograma oficial. Para a vacinação contra a Influenza, ao contrário da campanha contra a Covid-19, não é necessário cadastro prévio, bastando levar a carteira de vacinação da criança. 

Na segunda etapa da campanha, a Semus contemplará os demais públicos prioritários – gestantes, puérperas e profissionais de saúde – que serão chamados a partir do dia 27 deste mês. 

“Decidimos adotar estratégia semelhante à adotada na imunização da Covid pois concluímos que deve ser bem-sucedida também para a influenza. É importante que a população esteja atenta aos dias para a vacinação, em especial das crianças”, disse o secretário de Saúde de São Luís, Joel Nunes.

Orientações

A Semus está seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, que não recomenda a aplicação das doses da vacinação de forma simultânea. As pessoas contempladas com a vacinação contra o coronavírus, após as duas doses, devem aguardar por 14 dias após a imunização para, em seguida, se vacinar contra a influenza.

Grupos prioritários para vacinação contra a Influenza

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias)

Gestantes

Puérperas

Povos indígenas

Trabalhadores da saúde

Idosos com 60 anos ou mais

Professores das escolas públicas e privadas

Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

Pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas

Caminhoneiros

Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso

Trabalhadores portuários

Funcionários do sistema prisional

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

População privada de liberdade

1° etapa

De 12 a 24/04 – Crianças

Dia 12: 6 meses a 1 ano

Dias 13 e 14: 1 ano

Dias 15 e 16: 2 anos

Dias 17 e 19: 3 anos

Dias 20 a 21: 4 anos

Dias 22 e 23: 5 anos

Dia 24: retardatários

 2° etapa

De 27/04 a 10/05

Gestantes

Puérperas

Profissionais da saúde

UNIDADES E LOCAIS COM VACINA INFLUENZA POR DISTRITO

C.S da Liberdade               

Centro de Saúde Paulo Ramos

C.S Bezerra de Menezes               

USF do São Francisco               

C.S. Vila Bacanga              

U. M. Itaqui Bacanga               

C. S. Clodomir P. Costa               

C. S. Valdecy Eleoteria Martins              

C. S. São Raimundo               

C. S Yves Parga               

C.S. Vila Nova               

Hospital Aquiles Lisboa               

C.S. da Vila Embratel               

C.S. do Gapara               

C.S Bairro de Fátima               

U.M Coroadinho               

C.S Carlos Macieira               

PSF Dr. Antonio Guanaré               

Posto de Saúde do Anil               

C.S Genésio Ramos Filho               

C.S Cohab – Anil               

C.S Salomão Fiquene

C.S Djalma Marques               

C.S Turu               

Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes              

UBS Cintra              

C. S Genésio Rego               

APAE no Outeiro da Cruz              

C.S. Amar               

Policlínica do Vinhais               

C.S. Radional               

C. S. da Vila Lobão

C.S. João de Deus              

U.M. São Bernardo              

Policlínica C. Operária              

C.S Santa Bárbara              

C. S. Drª Nazaré Neiva              

USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I              

USF Maria Ayrecila II              

USF Jailson Alves III              

USF Santa Clara               

USF Santa Efigênia               

C.S São Cristóvão              

USF Pirapora               

USF Fabiciana Moraes               

C.S Vila Janaína               

UBS Expedito Alves de Melo              

PS Coquilho              

C.S. Itapera               

C.S. Quebra Pote               

C.S. Tales Ribeiro Gonçalves              

USF Vila Sarney               

C.S. Pedrinhas I               

C.S. Pedrinhas II               

C.S. Tibiri               

C.S. Maracanã               

USF Coqueiro               

C. S. Jose de Ribamar Frazão               

C.S. Laura Vasconcelos               

C. S. Rio Grande (Mª de Lourdes)              

C.S Vila Itamar

Prova do Encceja 2020 é remarcada para agosto

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta sexta-feira (9), por meio do Diário Oficial da União, a prorrogação das provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos 2020 (Encceja) para o dia 29 de agosto deste ano.

De acordo com nota divulgada pelo Inep, “a postergação da data de aplicação do Encceja 2020 trará o menor impacto possível diante do estado de emergência de saúde pública de importância internacional” causado pela pandemia da Covid-19 e ressaltou que está seguindo recomendações das autoridades brasileiras.

Mais de 1.600.000 participantes estão confirmados para o Encceja 2020. A participação no exame é voluntária, destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada e querem a certificação do ensino fundamental ou ensino médio.

Fonte: Brasil 61

São Luís é a primeira capital do país a integrar o Time Brasil da CGU

O prefeito Eduardo Braide assinou nesta sexta-feira (9), termo de adesão ao programa Time Brasil, da Controladoria-Geral da União (CGU), tornando São Luís a primeira capital brasileira a aderir ao programa, que vai garantir melhores instrumentos para transparência dos gastos públicos e combate à corrupção. Também foi assinado o decreto que cria grupo de trabalho com seis pastas da administração municipal para a efetivação do programa.

“São Luís é a primeira capital a fazer parte do Time Brasil, este trabalho que é coordenado pela CGU e vai ter participação de diversas secretarias municipais para que os gastos públicos ocorram de forma mais transparente, para que haja mais controle social e participação popular em todos os aspectos e para que se tenha certeza da boa aplicação dos recursos públicos, que são frutos dos impostos pagos pela população, em São Luís”, afirmou o prefeito Eduardo Braide.

O Time Brasil possui três eixos – transparência, controle e participação social – e está alinhada com a Agenda 2030 (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), aprovada pela Resolução A/RES/70/1 da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), de 25 de setembro de 2015, em especial com três metas do Objetivo 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes).

A superintendente da Unidade Regional da CGU no Maranhão, Leylane Maria da Silva, afirmou que São Luís pode se tornar parâmetro para os demais municípios maranhenses, bem como para outras capitais e cidades brasileiras. “Antes de tudo é preciso destacar o empenho e disponibilidade de São Luís em participar do programa. Nosso objetivo com este trabalho é fortalecer a administração pública de todas as cidades participantes. E com isso ganha o cidadão, que tem a garantia da correta aplicação dos seus impostos, e ganha o gestor, que consegue ter maior controle sobre seus investimentos. Com certeza teremos aqui um resultado que servirá de exemplo para muitas outras cidades do país e no Maranhão”, comentou.

A realização do programa ocorrerá de forma cooperativa e voluntária entre a CGU e a Prefeitura de São Luís. Para isso, o prefeito Eduardo Braide assinou o Decreto Municipal Nº 56.940/2021, criando o grupo de trabalho para implementação do Time Brasil em São Luís. Integram o grupo de trabalho: a Controladoria-Geral do Município (CGM), as secretarias municipais de Administração (Semad), Saúde (Semus), Educação (Semed), da Criança e Assistência Social (Semcas) e a Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Segundo Wellington Resende, coordenador do programa Time Brasil, o trabalho conjunto vai dar a São Luís, instrumentos para fortalecer os três eixos previstos pelo programa. “Temos programas e sistemas de controle que podem ser compartilhados com os gestores. Se necessários, poderemos trabalhar na construção de legislações específicas. O certo é que após este trabalho o município terá os instrumentos necessários para controlar a aplicação dos seus recursos”, explicou.

Além do prefeito Eduardo Braide, da superintendente da Unidade Regional da CGU no Maranhão, Leylane Maria da Silva, e do coordenador do programa Time Brasil, Wellington Resende, estiveram presentes no ato de assinatura do termo de adesão ao programa e do decreto de criação do grupo de trabalho, a controladora-geral do Município, Liliane Guterres; o secretário municipal de Governo, Enéas Fernandes; o secretário municipal adjunto de Administração, Átila Feitosa Castelo Branco Dantas; e o presidente da CPL, Washington Viégas.

Felipe Camarão é exemplo de gestão

A gestão de Felipe Camarão tem se atrelado como sinônimo de bons trabalhos durante seu comando em pastas da gestão estadual.

Atualmente, é secretário de Estado da Educação, presidente da Fundação da Memória Republicana Brasileira e reitor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Inclusive, é o gestor com mais tempo à frente da pasta da educação.

Nesse espaço, Felipe revolucionou a educação no Maranhão, com dezenas de programas implantados. Para garantir uma educação de qualidade, criou o programa Escola Digna, que já entregou centenas de escolas nos municípios maranhenses. Além de promover ações educacionais, o oferecimento de centenas de cursos por meio do IEMA, além de concurso e seletivo para professores da rede estadual de ensino.

Camarão também garante apoio aos 216 municípios maranhenses por meio do Pacto Estadual pela Aprendizagem, assessoria técnico-pedagógica, apoio ao transporte escolar, com um programa de apoio específico, a criação do Sistema de Avaliação Educacional Estadual (Seama), recursos pedagógicos distribuídos às redes municipais; a política de formação permanente dos professores e as ações focadas na melhoria da aprendizagem com o Programa Mais IDEB.

Felipe já ocupou inúmeros cargos na administração pública. Em 2015, o advogado foi convidado pelo governador Flávio Dino para assumir a Secretaria de Estado da Gestão e Previdência e em agosto do mesmo ano foi empossado como secretário de Estado da Cultura.

O secretário é formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), é mestre em Direito pela mesma instituição.